Provérbios do mês de Março

Em Março, cada dia chove um pedaço.

Em Março, tanto durmo como faço.

Entre Março e Abril o cuco há-de vir.Inverno de Março e seca de Abril, deixam o lavrador a pedir.

Janeiro geoso, Fevereiro nevado, Março frio e ventoso, Abril chuvoso e Maio pardo, fazem o ano abundoso.

Lua cheia em Março trovejada, trinta dias é molhada.

Março chove cada dia o seu pedaço.

Março, marçagão, manhã de Inverno, tarde de rainha, noite corta que nem foicinha.

Março pardo e venturoso traz o ano formoso.

Março, tanto durmo como faço.

Vento de Março e chuva de Abril, vinho a florir.

Vinho que nasce em Maio, é para o gaio; se nasce em Abril, vai ao funil; se nasce em Março, fica no regaço.

O enxame de Março mete-o regaço.

Páscoa em Março, ou fome ou mortaço.

Poda em Março, vindima no regaço.

Podar em Março é ser madraço.

Quando em Março arrulha a perdiz, ano feliz.

Quando Março sai ventoso, sai Abril chuvoso.

Quem não poda em Março, vindima no regaço.

Deixe o seu comentário

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close