Impressões do Carnaval de 2007

Para quem não conheça ainda, pode se surpreender, mas os linhaceirences levam a festa mesmo a sério – assim como todas as outras coisas. “Bom dia!” de um lado, “Olá!” de outro… “Será que todos acordaram de bom-humor no mesmo dia?”

Não. É Carnaval, e a palavra de ordem é ser feliz! Cara feia não é permitida nos quatro dias de festa. Quem acorda com o pé esquerdo pode ficar em casa. Para os restantes será música, simpatia, muita festa, e fantasia.

“Fantasia”? Sim! Quanto mais elaborada, melhor. Vale pintar o rosto, colocar uma cabeleira, ficar completamente irreconhecível. Elefantes, vacas, galinhas, vampiros, etc, etc…

São tão diversos os motivos quanto as pessoas nas ruas e nos bailes. Idosos, jovens, adultos e crianças misturam-se e juntam-se em volta do cortejo e na folia.

E o Carnaval inspira a todos, que tentam criar o melhor carro para participar no cortejo, bem como a melhor fantasia.

Viva a diferença!

Claro que o Carnaval é muito diferente dos cortejos mais conhecidos por esse Portugal fora! Como nesta época do ano ainda não é propriamente verão, as fantasias também não são como as do carnaval brasileiro. Os foliões têm fantasias mais elaboradas, e há muitos bichos estranhos que saem da floresta e vão saltar pela aldeia fora.

Mas o importante é a diversão. E isso, os linhaceirences sabem fazer. É possível até apanhá-los até a dançar – claro, não o samba brasileiro, embora sempre haja quem tente.

É bem engraçado… E divertido!

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close