Anedotas picantes

Era uma vez duas crianças a brincar, o João e a Maria. No meio das brincadeiras diz o João para a Maria: – Baixa as tuas calcinhas! Diz a Maria para o João: – Não, não primeiro baixas tu! E o João assim fez, baixou as calças. De repente a Maria fica muito admirada e pergunta: – Ah! O que é isso que tens ai? Diz o João: – Oh! É o meu pintainho. Diz a Maria. – Ah! O meu pai tem dois desses, um pequenino para fazer xixi, e outro grande para lavar os dentes à empregada….

Estavam uns espermatozóides a jogar futebol, quando passa por eles um espermatozóide cheio de músculos, entretanto toca a sirene. Os espermatozóides iam a correr quando vêem o espermatozóide cheio de músculos a voltar para trás, e perguntam: ” Porque corres para trás?” e ele respondeu: “Vem aí uma Punheta, vem aí uma Punheta”

A filha pergunta à mãe:”Mãe com cinco anos consegue-se ter filhos?” e a mãe responde:”Claro que não.” E a filha diz:”Já estou mais aliviada.

Joãozinho para o pai: Papá, as meninas de 7 anos podem engravidar? R: claro que não meu filho, que ideia! Diz o Joãozinho: Ai a puta da Mariana que me pediu a mesada para pagar o aborto.

Estava um Papagaio no 3º andar, quando passa uma mulher de mini-saia, vira-se o papagaio: -Ó puta, ó puta… E os comentários iam-se arrastando durante vários dias, num desses dias a mulher chateou-se e foi falar com o dono do papagaio. O dono ao saber do que se passava castigou o papagaio metendo-o num balde de óleo. No dia seguinte passa a mulher e o papagaio sempre calado. -Então papagaio não dizes nada? Perguntou a mulher. Então, muito tranquilamente o papagaio respondeu: -Desde que virei mecânico não ligo a putas…

Era um homem tão magro que quando ficou com tesão caiu para a frente!!!

Quatro Vampiros entram num bar de vampiros. O primeiro vampiro pede. – Um copo de sangue: O segundo vampiro pede: – Um copo de sangue. O terceiro vampiro pede: – Um copo de sangue. O quarto vampiro pede: – Um copo de água quente. Os outros vampiros olham-no com cara de desconfiados, e ele responde tirando do bolso um penso higiénico usado: – Então, já não se pode fazer um cházinho?

Um homem sai da prisão passado 12 anos e resolve ir a uma prostituta a fim de satisfazer as suas necessidades reprimidas durante tanto tempo. Tendo pouco dinheiro contou a sua história à senhora da vida e acordaram que com aquele dinheiro só daria mesmo para um felatio. A coisa correu normalmente e quando o homem ejaculou, a prostituta reteve o esperma na boca durante algum tempo (fazendo bochechos como um escanção), ao que no final exclamou” aaah…um doze anos é sempre um doze anos…”

Dois pénis estão no cinema a ver um filme pornográfico, subitamente vira-se um para o outro e diz” vamos embora que já estou farto de estar de pé…”

Uma menina de 12 anos diz a uma de 15. A minha macaquinha já tem pelinhos, e a outra responde a minha já come banana.

Vai a mãe cigana e filho cigano para Lisboa na camionete, quando o filho diz: -mãe…quero mijar! A mãe, sendo porca e badalhoca diz-lhe para ele fazer debaixo da saias dela, e o puto quando vai mijar olha para cima e vê a coisa da mãe, e pergunta o que é aquilo. A mãe responde: -é um pincel. -mas mãe…porque é que não tem cabo – diz o puto admirado. -ó filho, não te preocupes que o teu pai assim que chegarmos a Lisboa já o põe.

Um espermatozóide fala pró outro: -ainda falta muito pra chegar ao ovário, estou a ficar cansado. E o outro responde: Pois prepara-te para correr, que ainda estamos na garganta!

– Ó mãe como nasci?

– Vieste na cegonha!

– E tu mãe?

– Vim na cegonha!

– E a avó, mãe?

– Veio na cegonha.

– Porra, já há três gerações que ninguém coisa nesta casa!

Qual é a diferença entre um pára-quedas e um preservativo? Se o pára-quedas se avariar, é uma pessoa a menos. Se o preservativo se avariar, é uma pessoa a mais….

Qual a diferença entre a mulher e o cemitério?

No cemitério enterra-se carne morta, e na mulher enterra-se carne viva!

Chega uma rapariga a uma farmácia e diz: -queria uma dúzia de preservativos. A empregada pergunta: -tamanho? Diz ela: -variados que eu vou para um piquenique.

2 Gajos vão na rua e vêm 1 loura mesmo à frente deles diz 1 para o outro “ai se não fosse casado onde esta já ia”, diz o outro “mas já reparaste bem naquelas coxas e aquele cu?…” a loira vira-se e diz “isto é só para quem pode”, diz um dos gajos ai que ela prenuncia tão mal o”f”.

Duas pilas encontram-se na saída da faculdade e diz uma delas:”tás tão murcha” e a outra responde ” Saí agora de uma prova oral”

A Joaninha de 4 anos vira-se para a mãe: ” oh mãe o Pedrinho tem uma pilinha que parece um cajuzinho”. A mãe acha piada e diz: ” É por ser pequeninha, joaninha???” a joaninha então diz: ” Não!!! é por ser salgadinha!!!”

Um homem e uma mulher vão sentados lado a lado na 1ª classe de um avião. A mulher espirra, pega num lenço e passa-o cuidadosamente entre as pernas. O homem não tem a certeza se viu bem e conclui que foi uma alucinação. Alguns minutos passam. A mulher volta a espirrar. Ela pega num lenço e passa-o cuidadosamente entre as pernas. O homem começa a ficar doido. Ele não acredita no que os seus olhos vêem. Mais uns minutos passam. A mulher volta a espirrar. Ela pega num lenço e passa-o cuidadosamente entre as pernas. Era mais do que o homem podia aguentar. Ele volta-se para a mulher e diz: -Por 3 vezes a senhora espirrou, e por 3 vezes pegou no seu lenço e o passou por entre as pernas, está a querer dizer-me alguma coisa, ou está só a tentar deixar-me louco? A mulher respondeu: -Peço desculpa se o perturbei, eu sofro de um mal extremamente raro que faz com que cada vez que espirre eu tenha um orgasmo. O homem, com remorsos do que tinha dito antes, diz: -As minhas sinceras desculpas, o que é que está a tomar para isso? A mulher olha para ele, sorri e diz: -Pimenta!

Uma menina encontra um sapo e pergunta: se eu te der um beijinho transformas-te em príncipe? O sapo responde: não esse é o meu irmão, eu só com um broche!

Dois anões resolvem divertir-se e vão para um bordel. Depois de algumas bebidas, eles sobem para os quartos. Mesmo estando animadinho, um dos anões não consegue ter uma erecção e fica ainda mais desapontado quando ouve o seu amigo no quarto ao lado: – Um, dois, três e… já! Um, dois, três e… já! Um, dois, três e…já! Passada a hora do programa, os anões encontram-se para irem embora… – Porra! Foi uma merda! Por mais que eu me esforçasse, não consegui ter nenhuma erecção! – Erecção? E eu que nem consegui subir para a cama!

Os sete anões estão à janela em cima uns dos outros (em escada) na esperança de ver a Branca de Neve toda nua. Então ela entra e tira a blusa e eles dizem: – Ela tirou a blusa, tirou a blusa… A seguir ela tira a saia e eles dizem: – Tirou a saia, tirou a saia… Depois ela deita-se e eles dizem: – Ela deitou-se, ela deitou-se… Passado um bocado diz o primeiro: – Está de pé.. E eles dizem: – Também a minha, também a minha…

– Ó senhor Doutor, o que hei-de fazer para não engravidar tantas vezes? – Minha senhora, beba um copo de água! – Mas… antes de… ou… depois de… – Minha senhora… em vez de…

As mulheres reivindicaram junto de Deus para fazer o pénis bonito.

Deus respondeu: – Nunca! Se feio, já o chupam, bonito comiam-no.

Um dia a Jane encontrou o Tarzan na selva. Sentiu-se muito atraída por ele e no meio das perguntas acerca da sua vida perguntou-lhe como fazia com o sexo. – Ah, isso! – Respondeu o Tarzan – uso um buraco numa árvore… -Tarzan, isso está tudo errado! Mas eu mostro-te como se faz! Ela tirou as roupas, deitou-se de pernas abertas e disse-lhe: – Aqui, Tarzan, tens que meter aqui. O Tarzan tirou a tanga, aproximou-se da Jane, acertou-lhe com um violentíssimo pontapé lá mesmo no sítio. – Mas o que foi isso? conseguiu soluçar a Jane, contorcendo-se e rebolando-se em dores. – Nada, é apenas para ver se não tem abelhas…

A Mafalda teve a sua primeira menstruação quando estava sozinha em sua casa e não sabia o que fazer. Foi então que se lembrou de ir ate a casa do seu melhor amigo, Joãozinho. Quando chega a sua casa diz: – olá Joãozinho, a tua mamã esta? – Não Mafalda, mas em que posso eu ajudar? – Não Joãozinho, não podes ajudar, são coisas de mulheres que nem te posso contar. – Mas diz-me Mafalda, claro que posso ajudar, eu sei tudo sobre mulheres. – Não Joãozinho, e a tua irmã esta? – Não Mafalda, mas conta-me, já te disse que sei tudo sobre mulheres. – Não João, deixa-me! Não percebes? E a tua empregada, esta? – Não Mafalda, mas vá lá conta-me, quantas vezes preciso de dizer que sei tudo sobre mulheres. – Bom… Joãozinho, vou-te contar… Mafalda levanta a saia e Joãozinho vê que ela estava toda cheia de sangue… Joãozinho, horrorizado, diz-lhe: – Mas Mafalda, que fizeste, arrancaste os tomates?

Um belo dia, a Catarina, uma bela e inocente jovem de 15 anos convida o Pedro, seu primeiro namorado da mesma idade a ir jantar a sua casa e pedir a seus pais autorização para namorar com ela. E com os desejos carnais à flor da pele diz ao Pedro que essa noite será de amor e sexo logo após o jantar, quando os pais saírem…… O Pedro excitado e para se precaver vai à Farmácia em busca de preservativos e apesar de ainda ser virgem e inexperiente, compra uma caixa de “condomis” Familiar (24 unidades) e responde ao Farmacêutico que tem muita pujança, rodagem e que vai “comer” mais uma menina nessa noite…….

À noite, ao chegar a casa da Catarina é recebido por esta de forma efusiva e segue para a mesa de jantar onde se encontram já os pais. Após sentar-se o Pedro oferece-se para dar as Graças pela refeição que iam tomar e baixando a cabeça começa a rezar intensamente…. Passam uns minutos e o Pedro continua a rezar e cada vez mais intensamente…… Após 10 minutos de constante Graça, a Catarina algo intrigada, pergunta entre lábios -Não sabia que eras tão religioso?!? O Pedro, sem abandonar a posição de respeito, diz: -E eu não sabia que o teu pai era o Farmacêutico!!!!

Um voluntarioso rapaz alista-se na tropa e passado o tempo da recruta inscreve-se nos paraquedistas. Após as primeiras lições de como saltar, feitas no solo e em aparelhos mais ou menos simples mas sempre no chão, eis que o valente soldado embarca pela 1a vez num avião juntamente com uma dezena de colegas para o primeiro salto das suas vidas… No dia seguinte telefonou para casa dos pais e o telefonema foi mais ou menos assim: – Então meu querido filho, saltaste? Perguntava o pai. – Espere, eu vou-lhe contar como foi: Quando chegamos a altura escolhida, abriu-se a porta e o sargento chamou-nos para o salto. Mais ou menos assustados, com ou sem uma pequena “ajuda” do sargento, os meus colegas lá foram saltando todos ate chegar a minha vez. – E tu saltaste? – Espere. Já lá chegamos. Eu disse ao sargento que não saltava que tinha medo. Ele disse que eu saltava nem que tivesse que me dar um pontapé! – E tu saltaste? – Já lá vamos… Eu agarrei-me a tudo o que pude e o sargento chamou o co-piloto, um tipo com 1.90, 120 kg de peso e eu ainda me agarrei com mais força. Ele disse-me: – Vais saltar ou não? – E tu saltaste? – Eu estava amarelo de medo e então o co-piloto baixou o fecho do fato, mostrou-me uma pila de 30 cm que mais parecia um cacete e disse que eu ou saltava ou me enfiava aquela moca pelo cu acima! – Então tu saltaste? – Bom, ao princípio saltei um bocadinho!…

Saber interpretar a arte. Numa galeria de arte, uma mulher está parada em frente a um quadro muito estranho cujo nome é “Foi almoçar a casa”. Nele, estão representados três negros nus, sentados num banco de jardim com os seus pénis em primeiro plano. Mas, curiosamente, o homem do meio tem o pénis cor de rosa… – Desculpe-me – diz a mulher ao curador da galeria – Eu estou curiosa a respeito desses negros. Porque é que o homem do meio tem o pénis cor-de-rosa? O curador responde: – Receio que a senhora não tenha interpretado bem o quadro. Esses homens não são negros; eles trabalham numa mina de carvão e o homem que está sentado no meio “Foi almoçar a casa”…!

Um homem conhece uma bela mulher e decide nesse instante casar-se com ela. Dizia ela: “Mas nos não sabemos nada um do outro!” Respondeu ele: “Não há problema, iremos nos conhecer ao longo da vida”. Ela concordou, casaram-se e foram de lua-de-mel para um luxuoso Resort nas Caraíbas. Uma manhã, estavam ambos deitados junto a piscina e ele levantou-se, subiu ao trampolim de 10 metros e realizou uma perfeita demonstração de todos os estilos de saltos que existem. Voltou e deitou-se ao lado da mulher. Esta disse-lhe logo: “Foste incrível!” – “Fui Campeão Olímpico de Saltos. Eu disse-te que nos iríamos conhecer ao longo da vida”. Respondeu ele. De seguida ela levanta-se, entra na piscina e começa a nadar de ida e volta da piscina. Depois de 30 voltas, saiu e deitou-se junto do marido. Ele disse-lhe: – “Lindo! Foste nadadora Olímpica de resistência?” – “Não”, respondeu ela: “Era puta ao domicílio em Veneza”

Os 7 anões chegam ao Vaticano e pedem para falar com o Papa. O Papa recebe-os e o Rezingão decide fazer-lhe uma pergunta: -S. Santidade, existe alguma freira anã no Vaticano? Ao que o Papa responde: – Não, Rezingão. Os outros 6 anões começam a rir baixinho. Rezingão: – S. Santidade, existe alguma freira anã na América? Papa: – Infelizmente não, Rezingão. E os outros 6 anões continuam a rir, agora mais alto. – S. Santidade, existe alguma freira anã em África? – Não Rezingão, não temos nenhuma freira anã em África. Começam as verdadeiras gargalhadas… -S. Santidade, mas existe uma freira anã na Ásia, não? Insistiu Rezingão. – Não, não, Rezingão! As gargalhadas não paravam… O pobre Rezingão encheu-se de coragem e perguntou mais uma vez – S. Santidade… e na Oceânia? O Papa, perdeu paciência (de santo) e respondeu: – PORRA, Rezingão, NÃO! Não temos freiras anãs em lado nenhum!!! Os outros anões então começam a gritar: – O Rezingão enrabou um pinguim! O Rezingão enrabou um pinguim!

O pai chega pró filho e fala: – Joãozinho, meu chefe vem jantar aqui em casa hoje acompanhado do seu filho, que não tem as duas orelhas. Pelo amor de Deus, comporte-se! Não me sacaneie desta vez, pois eu preciso de uma promoção! – Tudo bem, papai! Não se preocupe! Desta vez vou me comportar bem! O senhor vai ver que, se depender de mim, sua promoção virá! Durante o jantar o Joãozinho falou pró menino sem as duas orelhas: – Que Santa Luzia abençoe seus lindos olhos…! Obviamente, ninguém entendeu o que estava acontecendo com aquela “santa e doce criaturinha”. O pai ficou enternecido com o esforço de bondade do filho que continuou a falar, por mais algumas vezes pró menino sem as duas orelhas: – Que Santa Luzia abençoe seus lindos olhos…! O pai do menino sem as duas orelhas, emocionado, olha pró pai do Joãozinho e comenta: – Não estou acostumado a ver meu filho ser tão bem tratado! Que criaturinha maravilhosa é seu filho! E voltando-se pró Joãozinho pergunta: – Por que o desejo de que Santa Luzia proteja os lindos olhos do meu filho? Ao que o Joãozinho responde: – Porque se ele tiver de usar óculos, tá lixado!

O menino está deitado na areia ao lado do pai numa praia de nudismo. Ele olha as pessoas ao à sua volta e de repente ele pergunta ao pai: – Porque é que estão aqui homens com a pilinha para cima e outros com a pilinha para baixo? O pai constrangido pensa um pouco e responde: – Olha, os que estão com a pilinha para cima são ricos e os que estão com ela para baixo são pobres. A resposta parece satisfazer o garoto que continua a olhar. Algum tempo depois o pai pergunta: – Viste a tua mãe? O miúdo responde: – Vi sim. Ela estava ali a conversar com um homem muito pobre. De repente ele começou a ficar muito rico e agora ela está ali nas dunas a chupar-lhe a fortuna toda.

Uma velhinha de mais de 80, entrou bem devagar em uma loja de produtos eróticos. Evidentemente pouco estável e com suas pernas e tremendo muito ela percorreu os poucos metros que a separavam do balcão. Quando finalmente chegou, perguntou ao vendedor sem parar de tremer: – “Vooooooocêêêêê teeeeeeee viiiibrrrrrrrraaaaaadorrrrrreeees?” O vendedor, tentando não estourar de rir, respondeu: – “Sim, senhora, nós temos vibradores, de vários modelos!” A velhinha então perguntou: – “Vooooooocêêêêê teeeeeeeem daaaaqueeeeleeeeees coooooorrrrrr deeeeee roooooosaaaaaa, cooooom viiiinteeeee eeeeeee ciiiiinnnnnnncooooo ceeeentííííííííííímeeeeetrrrrroooooooosssssss deeeeeee coooommmmmprrrrriiiiimeeeentoooooo e seeeisssssss ceeeentííííímeeeeetrrrrroooooss deeeeeee grrroooooosssssssssuuuuuuraaaaaaa?” O vendedor respondeu: – “Sim, senhora!” – “Ennntãããããooooo vooooooocêêêêêê poooooodeeeeee meeee eeeeennnnsinaaaarrrrr cooooomoooo deeeessssssligaaaaaaarrrrr, esssssaaaaaaa meeeeeeerrrrrrrrrrrdddddddddddaaaaaaaaaaa?”

O Joãozinho para a mãe: – Ó mãe, o pai faz cocó na cama? – Claro que não meu filho, porque perguntas isso? Responde o filho: – Então, porque todas as manhas que passo no vosso quarto, oiço-te sempre a dizer ao pai, lá vens tu com essa merda mole!

Depois de 3 horas de sexo com a namorada, diz ele: -Durante algum tempo vais deixar de me ver. Pergunta ela: -Vais de férias ou vais deixar-me? -Nada disso! Vira-te!

O Boeing 767 estava em pleno voo quando o piloto fala ao microfone para os passageiros: Senhoras e Senhores, bem vindos a bordo! Quem vos fala é o Capitão e informo que nosso voo será muito tranquilo, previsão de chegada em 2hs…. O voo estava realmente tão tranquilo que o Piloto esqueceu de desligar o microfone e falou para seu co-piloto. – Bom, agora eu vou ligar o piloto automático, tomar um cafezinho e depois vou saltar na hospedeira boazona que está a bordo. A hospedeira escutando tudo aquilo, saiu correndo pelo corredor em direcção à cabine quando foi abordada por uma velhinha dizendo: – Calma minha filha, ele ainda vai ligar o piloto automático e ainda vai tomar um cafezinho.

Era uma vez um gajo que se metia sempre com sua vizinha ate que um dia ela contou ao marido, então disse-lhe ele, amanhã manda-o entrar. No dia seguinte ele entrou, o marido da mulher detrás da porta zás comeu o gajo a assim foi durante três dias. No quarto dia a mulher teve pena do homem e chamou-o antes do marido chegar, quando ele entrou olhou pra todo lado e disse: o teu marido não esta?

Um médico recém-formado foi mandado para uma aldeia no interior. Ao chegar à aldeia, foi logo avisado: – Doutor, aqui tem um problema. Não há mulheres na cidade. Quando o senhor quiser afogar o ganso, tem que ir à beira do rio. O jovem, mantendo a pose, disse que não havia necessidade. Mas passando três meses a tesão foi aumentando e ele não aguentou. Colocou a sua melhor roupa e foi para a beira do rio. Ao chegar lá, deparou-se com uma fila de homens e uma égua. Ante a presença do rapaz, o povo abriu caminho: – Olha o doutor aí, pode passar doutor. Diante de tanta gentileza e tamanho tesão, o doutor não hesitou: baixou as calças e pimba na pobre égua. Foi quando se ouvi um oooohhh….. Vindo da fila, um homem exclamou: – Doutor, a égua e só para atravessar o rio. A casa de putas é do outro lado……

O Carlos ia casar, mas nunca tinha ido para cama com a sua futura esposa. Então, foi falar com o padre, a fim de obter conselhos preciosos: – Padre, estou com um problema. Eu vou casar hoje e, você sabe, na lua-de-mel não sei bem o que falar para minha mulher na hora do… você sabe, padre… – Claro, meu filho. Faça o seguinte: abra a janela, olhe para o céu e diga: “Olha que céu lindo, as estrelas, tão juntas, tão próximas umas das outras, enquanto a lua majestosa parece dominá-las, numa harmonia perfeita…” e quando a mulher estiver caidinha você vai e TRAU… não falha. – Muito obrigado padre. Assim sendo, na noite de núpcias, Jorge chega ao quarto, abre a janela e depara-se com o maior temporal…: “Porra, vou ter que improvisar”, pensa ele. – Maria… tá a chover como o caralho . Falando em caralho…

Um tipo chamado Jorge resolveu festejar o aniversário do casamento com a mulher. O Jorge, conhecido por trabalhar ate altas horas da noite lá tirou o dia para jantar num restaurante com a mulher. Depois da refeição a mulher vira-se para ele e diz que quer ir a uma discoteca. Vão para a discoteca e à porta o porteiro vira-se para o Jorge e diz: – Oi meu! Tás bom Jorge??? A mulher fica chateada e pergunta-lhe donde e que ele conhecia o porteiro. Responde-lhe o marido: – Sabes. Foi um amigo de infância…!! Chegados ao bar vira-se o barman: Oi Jorge! Tudo bem? A mulher fica fula mas o Jorge lá lhe diz que andou com o rapaz no ultramar… Vão para a pista de dança e a certa altura ouve-se o DJ: – E esta e para o nosso grande amigo Jorge!!!!! A mulher sai porta fora com o Jorge atrás dela… Metem-se num táxi e a mulher começa a barafustar com ele: Seu depravado…seu mentiroso… Volta-se o taxista para trás: Oh Jorge!!! Queres que ponha a puta na rua?????

Qual foi a coisa mais inteligente a sair da boca de uma mulher? – A pila do Einstein.

– Pai, pai – diz o menino, orgulhoso. – Hoje eu tive a minha primeira relação sexual! – Parabéns, meu filho! Agora você já é um homem! Diga-me, quando pretende ter a segunda? – Quando meu cu parar de doer!

No balcão do aeroporto o funcionário preenche o formulário e pergunta ao viajante -sexo? -três vezes por semana! -responde ele. -não eu quis dizer homem ou mulher! -Ah isso tanto faz!

Joãozinho – Mãe, quero fazer xixi! A mãe, abre-lhe a portinhola e pega-lhe na pilinha! O Joãozinho diz – Ò mãe, eu quero que seja a avó a segurar-me na pilinha… Mãe- Porquê, filho? Joãozinho – Porque a avó treme muito com a mão…

Numa discoteca da capital, O Sócrates encontrou três lindas mulheres. Uma ruiva, uma loura e uma morena. Sentando-se ao lado da ruiva disse: -Eu sou o Primeiro-ministro, quanto me pede você para passar uma noite comigo? Ela respondeu: – Ao Sr. Primeiro-ministro faço um preço especial, somente 75euros – Sócrates levantou-se e foi sentar-se ao lado da loura e fez-lhe a mesma pergunta, a qual a mulher loura lhe respondeu da seguinte maneira: -Ao Sr. Primeiro-ministro faço um preço especialíssimo, somente 125euros. Tentando arranjar algo mais barato Sócrates foi-se sentar ao lado da morena colocando-lhe a mesma questão, a qual ela respondeu da seguinte forma: – Sr. Primeiro-ministro, se você conseguir tirar para fora o seu coiso e fazê-lo crescer como faz os preços, mantendo-a dura como a vida e tesa coma a carteira dos portugueses, levantar-me a saia como levanta os impostos, descer as minhas cuecas como desce os salários e foder-me com tanto jeitinho como fode o povo português, então Sr. Primeiro-ministro para si é de borla.

Um sujeito foi ao médico de família, com o testículo esquerdo inchado e dormente. O médico disse que era uma inflamação testicular, que não era nada grave etc., mas que ele procurasse um especialista. E deu-lhe o telefone de um colega UROLOGISTA, mas, na hora, enganou-se no número e deu o do ADVOGADO. O tipo marcou hora e estava lá diante do advogado, achando que era o médico: * Em que posso ajudar? O nosso amigo abaixou as calças e mostrou: – Como o senhor está vendo, doutor, estou com uma inflamação no testículo esquerdo… O advogado ficou olhando a cena sem entender absolutamente nada. Pensou… pensou… pensou e disse: – Meu amigo, a minha especialidade é o Direito… E o sujeito: – Fo*da-se… agora até há especialistas para cada colh*ão!!!

Era uma vez um português, um alemão, e um francês. Havia uma piscina dos desejos, e o francês pediu o primeiro desejo: saltou para a piscina e pediu champanhe e a água transformou-se em champanhe. Vem o segundo (alemão) e salta para a piscina e pede dinheiro e quando saltou a piscina transformou-se em dinheiro. Vem o terceiro (português) escorrega numa casca de banana, e grita meeeerdaaaaa……

Vai uma batata frita na rua. Ela era boa era toda boa com mini-saia, e um grande decote quase a saltar as mamas para fora. Entretanto aparece o batato frito ao pé dela, e diz, gostas de coisar? Ela responde: adoro, porquê? Se quiseres podemos ir dar uma, queres? Ah desculpa mas veio-me o ketchup.

Estavam 2 prostitutas num elevador, e diz a primeira. -Não achas que cheira aqui muito a esperma? Responde a segunda: -Ai desculpa, acabei agora mesmo de arrotar.

Estava uma bicha de prostitutas para ir ao médico. Passa uma velha e pergunta: isto e bicha pra quê? Estão a distribuir rebuçados. A velha põe-se na bicha. Quando chega a sua vez pergunta o medico: a Sra. com esta idade e ainda anda nesta vida? É verdade senhor doutor, só que dantes trincava-os agora só os chupo.

Um estudante ia a passar em frente a uma loja, e acabou por comprar um par de luvas para a sua namorada. Pediu à balconista para embrulhar e foi pagar, deixando o embrulho ao lado de outro igual, só que neste último, havia um par de cuecas. No fim o embrulho foi trocado e o estudante enviou-o junto com uma carta que dizia assim: Meu amor, Sei que hoje não é o teu aniversário, mas passei em frente a uma loja e resolvi que comprar-te este presente. Sei que não costumas usar, mas eram muito bonitas. Não sei se são do teu tamanho nem se gostas da cor, mas a balconista experimentou na minha frente e eu gostei muito. Ficaram um pouco larguinhas na frente e dos lados, mas assim as mãos entram melhor, além de deixarem os dedos mais livres para se movimentarem, fazendo também com que fique mais fácil tirá-las. A balconista mandou lembrar que ponhas um talquinho quando as tirares a fim de evitar o mau cheiro. Meu amor, gostaria muito que as usasses, pois elas cobrirão o que te pedirei algum dia. Um grande beijo onde vais usá-las

Deixe na caixa de comentários, também a sua anedota, e o seu nome, para ser publicada!

2 Comments

  1. Luís Calado 27 de Maio de 2010
  2. Jose oliveira 19 de Julho de 2018

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.