4º Festival de Folclore de Linhaceira

É no Sábado, dia 21 de Julho que se realiza o 4º Festival de Folclore de Linhaceira (RFL), da Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira, no palco instalado no campo de futebol de Linhaceira.
Mais uma iniciativa deste grupo de folclore, que entre os seus congéneres, têm levado longe o nome da freguesia de Asseiceira e do Concelho de Tomar.

Além da actuação do grupo anfitrião, o festival conta com a presença do Grupo Folclórico Santo António de Vagos (Aveiro), o Grupo de Folclore e Etnografia “Ceifeiros” da Bemposta (Loures), o Rancho Folclórico Sociedade Recreio Educativa da Romeira (Santarém) e o Rancho Folclórico de São Miguel de Carregueiros (Tomar).

O espectáculo começa às 21h00.

Antes, os grupos participantes e Entidades convidadas, estarão presentes numa sessão de boas vindas a ter lugar no Salão anexo à Igreja de Nª Srª do Conforto dos Aflitos, em Linhaceira, com entrega de lembranças e jantar, precedendo o Festival.

Fundado em 4 de Maio de 2002, o Rancho Folclórico de Linhaceira procura valorizar o património etno-folclórico da aldeia de Linhaceira incidindo particularmente na recolha, preservação e divulgação dos trajes, danças, músicas e cancioneiro desta aldeia do “Alto Ribatejo”.

O rancho conta hoje com 70 elementos, dos 2 aos 75 anos e cujo trajo tenta reproduzir da maneira mais aproximada aquela que os seus antepassados usavam nos meados do Sc XX. Na tocata, com 14 elementos, podemos escutar para além das vozes, o acordeão, o harmónio, a concertina, as violas, as canas, pinhas, ferrinhos e o cântaro em folha. O rancho, com 41 elementos, é constituído sobretudo por rapazes e raparigas que encontram neste grupo razões de união e partilha mútuos e são eles que nos mostram passado mais de um século da data original, o modo como se cantavam e bailhavam, entre outras, as modas de roda, o passecate, os viras, os bailaricos e sobretudo o Fado.

Sobre este, nutre um carinho especial, a que dedica a realização anual da “Mostra do Fado” (batido, bailhado e cantado ao desafio) e dos “Instrumentos Tradicionais”, com o fim de mostrar que “há mais fado para além do Fado” e que apenas o trabalho de recolha dos grupos participantes, permitiu que este peculiar aspecto da “canção Nacional” sobreviva e se engrandeça.

Carinho e dedicação é semanalmente dedicado ainda à Escola de Brincadeiras Tradicionais da Aldeia de Linhaceira, a secção que reúne 30 elementos de dentro e fora da terra e que neste espaço apreendem com os mais velhos, os usos, costumes, e tradições deste povo, incidindo essencialmente nas modas e brincadeiras infantis, características do período referido.

Cerceado financeiramente e embora possa contar com alguns regulares apoios institucionais, o RFL tem conseguido, a par deste e outros eventos que organiza, desenvolver uma actividade ininterrupta ao longo destes anos, esforço que lhe advém sobretudo do bairrismo e amor que lhe devotam as famílias e o povo de Linhaceira e que nunca é demais reconhecer e de publicamente agradecer.

Sede bem vindos a Linhaceira e ao 4º Festival de Folclore.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close